Como eu poupei dinheiro para viajar

Decidi escolher para primeiro post este tema porque avaliando pelas perguntas que me fazem é aquilo que mais têm curiosidade. Eu sempre fui uma pessoa bastante organizada no que toca a poupar mas também a saber aquilo que gasto e em quê. Vais ver que saber isto é um grande começo.

Passados 4 anos a trabalhar em Londres consegui poupar o suficiente para ir viajar durante 1 ano sem me preocupar com dinheiro. Acho que ainda vou conseguir levar algum para casa! Durante este tempo eu aprendi a gastar menos, a poupar mais e a fazer algum dinheiro extra à parte da minha profissão.

Sempre tive em mente fazer esta viagem quando chegasse a altura de deixar Londres, então tentei poupar sempre pondo de lado parte do meu salário mensal. Nunca deixei de fazer o que queria mas tinha algumas regras e houve meses em que não consegui poupar de todo. Não nos podemos esquecer que Londres é uma cidade cara para viver, alugar casa, comer fora, sair, etc. Ainda assim proporcionalmente ficas numa situação económica melhor do que em Portugal.

Quando chega a altura de olhar para as nossas finanças às vezes temos a tendência de ignorar alguns gastos, mas desta vez tens mesmo de deixar as tuas emoções de lado e olhar para a tua situação sem apego. Vou deixar aqui os passos que eu segui para que tu também possas chegar ao mesmo objetivo!

1. Põe-te a par da tua situação financeira

Antes de mais, olha para a tua conta bancária e descobre exatamente qual é a tua situação financeira: despesas fixas como a renda, telefone, ginásio, internet, dívidas que estás a pagar, etc. Agora tenta calcular quanto gastas mensalmente em comida, compras, bilhetes de cinema, concertos, saídas à noite, etc. Já sabes exatamente onde gastas o teu dinheiro? Boa! Esta não é altura para te sentires mal com aquilo que gastas ou onde gastas, apenas queres saber qual é a tua situação: isto é aquilo que eu tenho e isto é o que eu preciso de ter daqui a X meses. Esta fase pode demorar algum tempo até que tenhas uma ideia mais precisa de onde gastas o teu dinheiro.

Nota: existem várias aplicações ótimas para gerires as tuas despesas por categorias. Descobre qual a que te identificas mais lendo este artigo do e-konomista.

2. Abre uma conta poupança

Todos os bancos oferecem a opção de teres uma conta poupança, com menor ou maior taxa de juro, é sempre um bom princípio teres uma conta onde guardas o dinheiro que não é para mexer!

Transfere todos os meses a quantia que conseguires, nem que seja €10, podes fazer este setup automaticamente junto do teu banco.

No meu caso eu transferia manualmente aquilo que achava que conseguia pôr de lado porque o salário variava de mês para mês dependendo do meu desempenho. Às vezes pensava que ia conseguir pôr de lado mais do que realmente conseguia no final e  lá tinha eu de ir à conta poupança. Vai-te acontecer o mesmo. Não desanimes, não é o fim do mundo!

Já sabes quanto tens de poupar por mês para chegar ao teu objetivo? Então vamos às dicas de poupança.

3. Faz o teu próprio orçamento

Esta parte tem a ver com dois orçamentos muito importantes, o do teu dia a dia e o da viagem que está para vir! Primeiro precisas de saber quanto é que a tua viagem te vai custar. Vai depender bastante de onde estás a pensar ir e de quanto estás disposto a gastar, mas conta com uma média de 1,000€ por mês. Quantos meses faltam para a viagem? Faz as contas e vê quanto é que tens de poupar por mês para chegares ao teu objetivo. Agora, a grande pergunta: como vais lá chegar?

Vais ter de ser bastante rigorosa/o se queres realmente fazer isto, só depende de ti e da vontade que tens de fazer isto acontecer! As despesas fixas por vezes não há como evitar mas quanto à parte flexível (compras, dinheiro que gastas a socializar, etc) tu tens todo controle absoluto. Se fores às compras decide antes de saíres de casa quanto podes gastar. Vais sair com amigos? Levanta dinheiro antes e deixa o teu cartão em casa para que não caias na tentação de gastares mais. Quando começares a ter controle sobre as tuas despesas vais ganhar ainda mais confiança para atingires o teu objetivo!

4. Reduz despesas desnecessárias

Precisas mesmo de tomar aquele café depois de almoço? Será que não consegues viver sem Spotify neste momento? E as cervejas depois do trabalho? Que tal partilhares a conta do Netflix com amigos, ou até mesmo cancelar a subscrição. Aqui o objetivo é dominares as tuas finanças! Eu sei que não é assim tão fácil mas aos poucos vais-te habituando. Que tal deixares o ginásio e começares a fazer exercício em casa ou ao ar livre? Todos os esforços contam.

5. Cria hábitos que te ajudam a poupar dinheiro

Leva almoço feito para o trabalho pelo menos 3/4 vezes por semana. Poupas dinheiro e ajudas a tua forma física ao cozinhar os ingredientes que tu conheces e sabes onde compraste. Talvez possas também acordar uma horinha mais cedo e ir a pé para o trabalho? É altura de deixar a preguiça de lado, tu consegues! Dizem que 21 dias é o tempo necessário para incorporar uma nova rotina nas nossas vidas.

6. Vende o que não precisas

Flea market, já ouviste falar? OLX? Tens um monte de roupa no teu armário a ocupar espaço e a ganhar pó, esta pode ser uma das tua fontes de dinheiro extra.

7. “Faz-te à vida”

Usa o teu talento para fazer dinheiro extra: babysitting, fotografia, trabalhar num café ou num bar, fazer uns trabalhos de freelancer na tua área. Pode ser cansativo conjugar isto com a tua profissão mas garanto-te que vai valer a pena!

8. Revê a tua situação salarial

És bom profissional? Então tentar não custa.

Perde o medo, marca uma reunião com o teu manager e convence-o que mereces um aumento ou uma promoção. Se tens feito um bom trabalho e ido além das tuas responsabilidades não tenhas problemas em pedir aquilo a que tens direito. Confiança!

Pode demorar mais tempo do que o planeado para poupares a quantia que precisas, mas não stresses porque imprevistos acontecem. Da mesma forma por vezes podes conseguir um trabalho/projeto que não estavas à espera. Mais cedo ou mais tarde o teu esforço vai compensar e vais olhar para trás e agradecer todos os momentos em que foste forte o suficiente para não cair em tentações.

Boa sorte!

Screen Shot 2018-09-05 at 13.27.09 1

12 thoughts on “Como eu poupei dinheiro para viajar

  1. Francisco Alves says:

    Parabéns Margarida !! Admiro imenso o teu trabalho desde os morangos!! Adorei o post ! Foi muito útil ! Continua com o blog !! E uma grande ajuda para mim ! Uma pergunta :De 0-10 quanto gostaste de fazer os morangos ?

    Like

    • Margo on The Road says:

      Obrigada Francisco! Continuarei com o blog sim 🙂 Gostei muito, foi uma grande experiência que me ensinou muito e ajudou-me a crescer bastante. Um 10!

      Like

  2. Mónica says:

    Olá! Acabei de voltar de uma viagem desse género (pela Ásia e mais curta) e é mesmo isso, vale tanto a pena ter aquelas regras para não passar um certo limite, dispensar aquele café ou almoço fora durante os dias de trabalho! Vivem-se experiências inesquecíveis! É verdade que estando no estrangeiro e tendo um ordenado melhor também ajuda muito (no meu caso estou a viver na Finlândia) mas para aqueles que estão em Portugal e têm este sonho, pode demorar um pouco mais a poupar mas não desistam. Continuação de uma boa viagem e vai partilhando as tuas aventuras no teu blog! 😊

    Like

  3. Mariana Allen says:

    Olá! Tenho 20 anos e trabalho em tudo o que me aparece (Protocolo, Babysitting, etc). Tenho feito algumas viagens (Itália, Açores) com o dinheiro que consigo por de lado mas agora com as tuas dicas tudo vai ser mais fácil, obrigada! Sou escuteira e identifico-me muito com a tua maneira de ser e de estar na vida. E já agora, gosto de ti desde os morangos! Beijinho

    Liked by 1 person

    • Margo on The Road says:

      Olá Mariana! O trabalho árduo é sempre recompensado. Muito obrigada, ainda bem que gostaste das dicas. Virão mais! Beijinhos

      Like

  4. Joana Silva says:

    Gostei imenso do teu post, pois um dia adorava também poder fazer uma viagem dessas, no entanto ainda tenho umas coisas que tenho de orientar na minha vida primeiro.
    Na minha opinião, por vezes a grande dificuldade de fazer uma viagem assim não é a questão financeira, claro que depende sim, mas acho que é o facto de quebrar a rotina e largar o nosso emprego, e se depois não conseguirmos voltar para o emprego ou por outra razão… E a nossa vida começa a desmoronar… Claro que fazer uma viagem e experimentar novas culturas é algo único na vida, mas no meu caso eu tenho medo de não conseguir voltar a ter “sucesso” profissionalmente, isto pode ser um pouco complicado de se explicar, mas não é fácil largar tudo para se aventurar…

    Liked by 1 person

    • Margo on The Road says:

      Curiosamente acabei de escrever sobre isso e sobre o que me levou a tomar esta decisão. Percebo perfeitamente o que estás a dizer. Há sociedades que ainda julgam quem tire uns meses para viajar, mas acho que hoje em dia com a globalização e mais mentes abertas essa questão já não é um problema tão grande. Eu prefiro ser empregada por quem pensa de uma forma parecida à minha. Há coisas que só se aprende a viajar, a explorar, a conversar com pessoas de todo o mundo, ideias novas, etc.. Há pessoas/empresas que valorizam muito mais esta experiência do que qualquer outro trabalho que tenhas tido 🙂 Boa sorte!

      Like

  5. Maria says:

    Olá! Sou uma pessoa que adora viajar e que este ano terá de tomar a decisão de que “o que é que vou fazer da minha vida?”, sou apaixonada por fotografia e penso formar me nessa área, gostaria de saber se achas que em Londres será o local indicado se arranjaria lá trabalho ?
    Descobri o teu blog há pouco tempo e estou a adorar 😊

    Like

    • See me Twice says:

      Olá Maria! Londres é a cidade das oportunidades e uma cidade incrível para se viver! No que toca a fotografia, não te conseguimos aconselhar pq não conhecemos esta indústria! Mas desejamos-te toda a sorte do mundo e obrigada por acompanhares o nosso blog! ❤️

      Like

Leave a Reply to See me Twice Cancel reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s