México: Tulum & Bacalar (video)

 

Screen Shot 2018-11-26 at 12.11.09

TULUM

Muito se tem ouvido falar de Tulum nos últimos anos. Aos poucos, Cancun está a deixar de ser o centro das atenções e Playa Del Carmen também está cada vez menos atrativo devido às enchentes de turistas. A apenas 90 minutos de distância, Tulum começou por ser o refúgio dos hippies e hoje em dia ainda mantém essa onda mais zen, mas toda a zona costeira está cheia de hotéis e bares.

A época alta é de Dezembro a Abril. Se estás a pensar ir nestas datas convém marcar estadia com alguma antecedência. Tulum tem dois mundos muito distintos:

Pueblo

O centro de Tulum, onde se encontram hotéis mais em conta e backpackers mais alternativos. A 5km da praia, aqui é possível ter uma experiência caribenha mais autêntica. O centro tem uma boa e variada oferta de restaurantes e hósteis, embora seja uma cidade típica do Caribe: terra batida onde a simplicidade reina.

Praia

Apenas a 30 minutos de bicicleta do centro, a praia de Tulum é de um azul inconfundível. Também se pode chegar de táxi ou transporte colectivo. São 20km de areia branca que se dividem em praias públicas e privadas, no entanto também as privadas podem ser acedidas por pessoas externas ao hotel em questão. Com o aparecimento do sargaço (algas marinhas) em grandes quantidades, as praias privadas tornaram-se mais atrativas por serem limpas com mais frequência.

A zona norte das praias, apesar de ficar perto da zona arqueológica, está cheia de resorts. Mais a sul está a zona mais zen, hotéis com estúdios de yoga, restaurantes vegetarianos, boutiques de roupa e spas. Ficar perto da praia vai aumentar os custos da estadia e refeições exponencialmente, mas estás literalmente em cima da praia, com o mar a 3 passos do quarto.

A zona de Yucatan para além de ser conhecida pelas praias paradisíacas, é conhecida também pela existência de cenotes. Cenotes são cavidades naturais, cobertas ou não, mais comuns em regiões de baixas altitudes. Existem muitos, todos diferentes e com preços muito distintos, daí a importância de escolher bem sem ser “spoiled”… ficam os nossos top picks em baixo.

OUR TOP PICKS

Disclaimer: estas sugestões são apenas baseadas na nossa experiência. Não visitámos todos os lugares (nem de perto), mas entre os locais que visitámos, estes são os que sugerimos:

Onde ficar no centro:

  • Hostel Indajani
  • Hostel Revoleco
  • Weary Traveller Hostel
  • Lucky traveller Hostel (All Inclusive)

Onde comer:

  • Sabor De Mar (ceviche)
  • Riviera Costeña (tacos al pastor)
  • Posada Margherita (fica na zona de praia mas vale a pena ir lá pelas pastas deliciosas que oferecem)

Nightlife:

  • Calle Centauro, uma rua cheia de bares no centro
  • Casa Jaguar (quintas-feiras)
  • Papaya Project
  • Gitano
  • Azulik: para ver o pôr do sol – é um hotel/bar/restaurante na praia que vale MUITO a pena visitar.

Praias:

  • Hotel Ahau: aqui também podes encontrar o Raw Love, uma barraca na praia que vende bowls de fruta e muitas coisas saudáveis.
  • Playa Esperança (pública)

Lugares a visitar:

  • Casa Tortuga: apesar de ser caro comparativamente a outros cenotes, vale totalmente a pena. São 2 cenotes fechados e 1 aberto, sendo que podes ficar o tempo que quiseres neste cenote, ao contrário de muitos outros. Também não tem muitos turistas. (MEX$450)
  • Laguna Kaan Luum: bom para passar umas horas a apanhar sol e nadar nas águas límpidas da lagoa. Fica a 30 minutos de bicicleta do centro de Tulum. (MEX$50)
  • Caleta Tankah: a 10 minutos de colectivo de Tulum, esta zona de praia da também acesso a um cenote aberto e espreguiçadeiras, bom para almoçar e passar uma tarde. (MEX$150)
  • Ruínas de Tulum: localizadas entre o centro e a praia, as ruínas merecem a visita, quer te interesses pela história da civilização Maya ou não. A diferença das outras ruínas espalhadas pelo Mexico é a localização e a vista para o mar.

Há tantas outras opções de lugares para ficar e sítios para visitar. Em uma semana e meia em Tulum, nós conseguimos viver a cidade e a praia, sendo que ficou ainda muito para ver. Se tiveres tempo vale a pena explorar mais opções.

BACALAR

A 2h30 de autocarro em direção a Sul, fica Bacalar, cidade conhecida como as “Maldivas do México”. Esta cidade move-se essencialmente pelo turismo que o “Lago Bacalar” ou “Lago das 7 colores” atrai e é também uma passagem para quem vem ou vai para o Belize, pois fica perto da fronteira com este país.

Nesta cidade vive-se à volta do lago, e é aqui que vais querer passar grande parte do tempo. A melhor opção para alojamento é ficar à volta do lago e não no centro da cidade. As atividades vão desde cayaque a tours de barco, pela manhã ou ao entardecer. Os preços variam consoante o trajeto e os lugares onde param.

O centro da cidade tem um forte que dá para visitar e há uma boa variedade de restaurantes para todos os bolsos.

Onde ficar:

Yak Lake House: adorámos este hostel, boa vibe, pessoas simpáticas e tem uma plataforma mesmo em cima do lago, onde podes nadar e ficar a apanhar sol. (Highly recommended) Com o check in tens uma bebida de oferta!

Tempo recomendado: 2 dias

Se tiverem algumas perguntas ou algo a adicionar às nossas sugestões, por favor comentem em baixo 🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s